Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

More than words.

More than words.

Capítulo 2 - don't judge me

Agnes percorreu a entrada da escola com o olhar em busca de Claire, esboçou um sorriso assim que a viu à beira da porta de entrada e caminhou até ela.

- Olá! – deu-lhe um beijo na bochecha e sorriu-lhe amavelmente.

- Hey. – Claire arqueou ligeiramente uma sobrancelha. – Ainda bem que estás mais bem disposta que ontem. – retorquiu.

Agnes revirou os olhos e entrou na escola começando a caminhar lentamente enquanto sentia os passos da amiga atrás dela. - Eu estava bem-disposta ontem. – disse com um suspiro, sabendo que não era verdade. Como poderia estar bem-disposta quando estava constantemente a ser chateada?

- Sim, sim… parecia que querias matar alguém. – Claire soltou um riso abafado e entrelaçou o braço no da amiga. – Aposto que quando vocês andam aos beijos não ficas mal-humorada… - sussurrou um pouco mais baixo perto do ouvido de Agnes. Esta virou a cara para ela com uma expressão deveras chocada, como é que ela sabia aquilo?

- Eu nunca andei aos beijos com ele. – desviou o olhar, para não ter de encarar o olhar inquisidor da amiga.

- Andaste sim… - murmurou Claire.

- Quem te disse isso? – resmungou a outra e bufou para afastar alguns fios do seu cabelo loiro que lhe caiam para o rosto.

- Dylan… - disse simplesmente a amiga olhando para um ponto qualquer em frente e fazendo-se de despercebida. Agnes parou bruscamente de andar e virou-se para Claire.

- Eu vou matar aquele estúpido, ai juro que vou. – respirou fundo e recomeçou a andar em passos apressados até ao seu cacifo, abriu-o bruscamente e retirou lá de dentro um dos livros de que precisava para a aula que ia ter daqui a… - Estou atrasada!! – resmungou para si e correu para a sala de aula, entrou na mesma e sentou-se na cadeira ao lado de Claire sem nada lhe dizer.

(…)

- Tenho de fazer uma coisa. – disse Agnes para Claire quando a campainha já tinha soado para o fim da aula, arrumou apressadamente os livros na bolsa e saiu da sala sem deixar que a amiga fosse com ela.

Caminhou ao longo dos corredores olhando para todos os rostos que passavam por ela. Onde estará aquele idiota? , pensou. Continuou a andar e depois de percorrer quase a escola inteira viu-o a um canto na conversa com uma rapariga. – Estás aqui! – foi até Dylan puxando-o pelo braço e fazendo-o virar-se na sua direcção. – Porque é que disseste aquilo à Claire? – perguntou-lhe.

- Ahn? – Dylan fez uma cara confusa. Mas estava doida a rapariga? Soltou o braço e esperou que ela lhe explicasse.

- Sim Dylan, não te faças de desentendido. Porque é que lhe disseste dos… beijos? – perguntou um pouco mais baixo. Dylan riu-se e chegou-se mais para perto dela fazendo-a recuar e embater na parede fria.

- Só lhe disse a verdade… porquê? – perguntou, puxou-a contra ele pela cintura e inspirou o perfume do pescoço de Agnes, subiu o olhar até fitar os olhos azuis da rapariga. – Queres mais? – sussurrou e aproximou mais o rosto do dela.

- Não! – Agnes contorceu-se tentando mantar uma certa distância dele, o que era difícil. – Larga-me!! – resmungou tentando empurrá-lo. Dylan voltou a sorrir e abriu a porta que estava mesmo ao lado deles, empurrou ligeiramente Agnes lá para dentro e entrou a seguir fechando a porta e fazendo aquela sala de arrumos mergulhar numa quase completa escuridão. Agarrou a rapariga encostando o corpo dela contra a parede e pressionando-o com o seu, traçou uma linha de beijos desde o maxilar dela até bem perto da boca.

- Dylan sai! – sussurrou ela tentando livrar-se dele e virando a cara para o lado antes que pudesse sentir os lábios dele contra os seus. Dylan ignorou-a e apesar de ela não parar de resmungar segurou-lhe no rosto juntando finalmente a sua boca à dela, Agnes depois de resistir um pouco acabou por retribuir o beijo deixando a língua dele entrar em contacto com a sua. Sobressaltaram-se quando ouviram o barulho da porta a ser aberta e Dylan puxou-a juntamente com ele para um sítio mais escondido. – Vou matar-te! – sussurrou Agnes muito baixo e conseguiu ver na escuridão o esboço de um sorriso nos lábios dele.

- Beija-me… - sussurrou Dylan com a boca perto da dela e ansiando por beijar de novo aqueles lábios, desceu uma das mãos pelas costas da rapariga e assim que chegou à cintura apertou-a mais contra o seu corpo.

- Não… - sussurrou ela com um suspiro tentando novamente afastá-lo, fitou a sombra que se movia na outra ponta da sala e suspirou aliviada quando a porta se abriu e a pessoa voltou a sair.

- Tu queres… - insistiu ele num murmúrio e roçou levemente os seus lábios nos dela.

- Deixa-me ir embora… - resmungou Agnes afastando a sua boca da dele, quando não era isso que queria realmente fazer. – Sai Dylan! – empurrou-o e conseguiu livrar-se dos braços dele.

- Agnes… - murmurou o rapaz virando-se para trás quando ela começou a afastar-se, suspirou pesadamente quando ela saiu da sala batendo com a porta atrás de si. Bufou e cerrou os punhos batendo com os mesmos na parede.

29 comentários

Comentar post

Pág. 1/3