Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

More than words.

More than words.

Capítulo 5 - don't judge me

 

Agnes acordou estranhando ainda não ter ouvido o barulho estridente que o despertador fazia todas as manhãs. Esfregou os olhos e sentou-se na cama olhando para as horas que apareciam no visor do pequeno ecrã do despertador que tinha na mesa-de-cabeceira. Levantou-se enquanto entrava na casa de banho. Já estava muito atrasada e de certeza que já não ia conseguir chegar a tempo da primeira aula. Tomou um duche e vestiu-se rapidamente, atirou os livros e cadernos para dentro da bolsa e pegou numa barra de cereais quando passou pela cozinha.

Suspirou ofegantemente quando finalmente entrou na escola e começou a percorrer os corredores até embater contra alguém. Baixou-se para pegar num caderno que a outra pessoa tinha deixado cair e quando se levantou para o entregar deparou-se com Dylan a sorrir para ela.

- Eu não acredito que tinha de ser logo contra ti. – resmungou a rapariga enquanto lhe dava bruscamente o caderno para as mãos.

- Até parece que não gostaste. – retorquiu ele ainda com um sorriso.

- Hm hm, era o meu maior sonho Dylan. – revirou os olhos e puxou o cabelo para trás.

- Eu sei, todos os teus sonhos me envolvem a mim. – Dylan riu-se e deu um passo em frente ficando assim mais próximo dela, fazendo com que Agnes recuasse ligeiramente.

- Podes sair da frente? Estou atrasada para as aulas. – disse ela ignorando o comentário de Dylan.

- Só saio se me deres um beijinho. – mordeu o lábio e voltou a aproximar-se tentando encurralar a rapariga. Agnes revirou os olhos e puxou-o beijando-lhe a bochecha.

- Já está. Podes sair agora? – perguntou impacientemente.

- Quero na boca… - disse ele fitando os olhos dela.

- Não… - Agnes começou a tentar afastá-lo da sua frente mas Dylan não facilitava as coisas.

- Vá lá… só um… - insistiu. A rapariga suspirou e aproximou-se dando-lhe um leve beijo nos lábios. Dylan sorriu para si e mal os lábios dela tocaram nos seus segurou-lhe no rosto juntando mais a sua boca com a dela e envolvendo-as num beijo intenso.

- As aulas… - sussurrou Agnes contra a boca dele, mordeu-lhe levemente o lábio e afastou-o. – Tenho de ir. – engoliu em seco e começou a andar apressada até sair do alcance de visão de Dylan.

 

- Estavas com a Agnes? – perguntou Tyler surgindo por trás de Dylan e fazendo-o sobressaltar-se. Tinha passado por Agnes mesmo antes de virar a esquina do corredor e deparar-se com Dylan.

- Encontrei-a aqui por acaso… - disse o rapaz distraidamente.

- Estou a ver… - disse o outro olhando-o atentamente. – Vê lá se não te apaixonas… - acrescentou e afastou-se de Dylan receando que o outro lhe fizesse alguma coisa devido a este comentário.

- Isso é impossível, eu não me apaixono, nunca! – resmungou Dylan fitando-o. – Já devias saber bem disso. – revirou os olhos e pôs as mãos nos bolsos das calças indo embora e deixando Tyler ali sozinho.

(…)

A campainha tocou para o fim da aula quando Agnes estava mesmo a chegar à porta da sala. Suspirou e encostou-se à parede esperando que Claire saísse.

- Hey. – disse assim que a viu e puxou-a pelo braço.

- Adormeceste outra vez? – perguntou Claire começando a andar pelo corredor juntamente com a amiga. – Já é a segunda vez esta semana Agnes…

- Eu sei. – bufou a outra. – Foi o despertador, não tocou. – acrescentou em modo de explicação.

- Deixa lá isso agora. – Claire deu um risinho como se estivesse a preparar alguma. – No próximo fim de semana eu e o Dylan vamos estar sozinhos em casa, os nossos pais vão estar fora… e adivinha? O Dylan vai fazer uma festa lá em casa. – sorriu muito.

- E? O que é que nós temos a ver com isso? Sabes bem que festas sem os pais saberem só dá confusão… - disse Agnes.

- Eu sei, mas é o Dylan que vai fazer a festa se houver confusão a culpa é dele e só dele. Eu não tenho nada a ver. – olhou Agnes. – Vou tentar convencê-lo a deixar-nos estar na festa também…

- Ah? – Agnes arregalou os olhos enquanto fitava a amiga. – Não me parece boa ideia isso…

- Não sejas parva. Imagina só: bebidas, música, montes de rapazes giros. – piscou-lhe o olho. – E o Dylan que vai estar lá…. – acrescentou, para ver se assim convencia Agnes mais facilmente.

- Não me parece que ele vá gostar da ideia de nós irmos também. – suspirou a rapariga.

- Se souber que tu vais à festa, nem vai hesitar em dizer que sim. – retorquiu Claire com um sorriso.

- Claire… pára com isso… - pediu Agnes revirando várias vezes os olhos.

- Não! – a outra riu-se. – E vou agora mesmo falar com ele. – deu um beijo rápido na bochecha da amiga e afastou-se indo procurar o rapaz.

(…)

- Dylan! – gritou assim que o viu num dos corredores, correu até ele e puxou-o pelo braço.

- Que foi? – perguntou ele olhando Claire.

- É sobre a festa… - começou ela. – Vais deixar-me ir também não vais? – perguntou com um olhar suplicante.

- Nem penses nisso! – disse ele e começou a andar novamente. – Não é para a tua idade. – retorquiu e a rapariga revirou os olhos.

- A Agnes também quer ir… - sorriu interiormente, ele assim não ia conseguir dizer que não.

- Quer? – perguntou ele parando de andar e virando-se novamente para ela.

- Sim. – Claire mordeu o interior da bochecha.

- Vou pensar… - murmurou Dylan e recomeçou a afastar-se novamente.

12 comentários

Comentar post

Pág. 1/2