Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

More than words.

More than words.

My universe [dez] - último

Um mês depois

Já tinha decorrido um mês inteiro desde os acontecimentos todos entre Alexis e Camilla. Naquela noite, Alexis nem sequer tinha voltado para o orfanato, pois de certeza que estava a sentir-se muito mal e com vergonha de voltar e encarar todos os outros.

Mas no dia seguinte a rapariga tinha voltado, andava sempre cabisbaixa e tinha tentado a todo o custo evitar falar sobre o que tinha acontecido naquele edifício abandonado. As coisas tinham-lhe corrido bastante mal e tudo aquilo só tinha contribuido para que Camilla e Jackson ficassem cada vez mais próximos. Sempre que vagueava pelos corredores deparava-se com os dois aos beijos e isso metia-lhe raiva.

No entanto, não podia ficar assim para o resto da sua vida, tinha por isso decidido que ia mudar e deixar de pensar em Jackson. Já sabia que o tinha perdido de vez e não valia a pena ficar a sofrer por coisas que já não valiam a pena.

*

Os dias iam passando e a verdade era mesmo que Jackson e Camilla cada vez estavam mais unidos, o rapaz todos os dias vinha ao orfanato e passava todo o tempo que conseguia com Camilla. Ambos sentiam que se estavam a apaixonar cada vez mais um pelo outro e isso deixava-os completamente felizes.

- É hoje! – exclamou Jackson naquela tarde quando se encontrou com Camilla no orfanato.

- Oh meu deus, é hoje? Mesmo hoje? – perguntou Camilla em extase e assim que Jackson assentiu com a cabeça a morena saltou para o seu colo e abraçou-o com toda a força. Finalmente a sua vida estava a tomar um rumo pelo qual ela estava à espera desde que era ainda uma criança e tinha sido abandonada ali. Finalmente, depois de tanto anos, ia sair daquele orfanato.

Não tinha acredito quando um dia Jackson tinha chegado ali e lhe tinha feito uma proposta à qual a rapariga não conseguia de todo recusar. A única maneira de Camilla conseguir sair daquele orfanato antes de fazer dezoito anos e atingir a maioridade era ser adotada por alguma família. Ao principio, quando Jackson tinha dito que ela ia viver para casa dele a rapariga não tinha entendido como isso seria possível. Nunca iriam deixá-la sair dali para ir viver com um rapaz. Mas depois Jackson tinha-lhe explicado tudo: depois de algumas conversas com o pai dele tinha conseguido convencer o senhor Montgomery a adoptar Camilla. Sim, Camilla ia ser adotada por um dos homens mais ricos de Londres. O facto de ser adotada por ele era apenas uma coisa que ia constar num papel e só seria adotada por causa de todas as burucracias. Porque, por trás daquele papel que todos tinham assinado, Camilla ia apenas viver com Jackson não como sua irmã adotada mas sim como sua namorada.

Depois de Jackson lhe ter explicado tudo isto, Camilla não tinha sequer hesitado em dizer que sim. Que mais poderia ela pedir?

 

Assim que entrou na casa de Jackson pela primeira vez, tinha ficado boquiaberta, o rapaz vivia num palácio e Camilla nunca tinha visto uma casa tão grande como aquela. Tinha a certeza que iria passar o tempo todo a perder-se ali dentro.

Ainda nem acreditava que aquilo lhe tinha acontecido e continuava a achar que ia acordar dali a pouco e perceber que tudo não tinha passado de um sonho que ela queria que durasse para sempre.

*

- Gostas de estar aqui? – perguntei Jackson uns dias depois de Camilla se ter mudado para sua casa.

- Claro que sim. Eu amo estar aqui. – a rapariga sorriu e olhou para ele acabando por encostar a sua cabeça ao peito do rapaz. Como é que não iria gostar de estar naquele lugar? Nunca na vida tinha sido tão feliz como agora.

Sentiu os braços dele envolverem-na e apertarem-na para si. – Ainda bem que gostas porque vais viver aqui para sempre. Esta vai ser a nossa casa depois de casarmos.

Camilla arqueeou uma sobrancelha. – Casarmos? – perguntou.

Ele assentiu com a cabeça e os cantos da sua boca subiram. – Sim, pensavas que ias ser para sempre apenas a minha namorada? Vais ser mais do que isso. Quero dar-te a lua, as estrelas, quero dar-te tudo aquilo que tu mereces. – os seus olhos estavam fixos nela. – Ah, e depois ainda temos de trazer a Grace para aqui, ela não merece ficar a viver no orfanato o resto da vida. Ela vai gostar de cuidar dos nossos futuros filhos.

Camilla arqueeou mais as sobrancelhas. – Eu amo-te tanto.

- E eu amo-te a ti. – murmurou Jackson com um enorme sorriso enquanto deslizava os seus dedos pelo rosto de Camilla.

A partir daquele momento, Camilla sabia que a sua vida nunca mais seria a mesma. A partir de agora, viveria num universo completamente diferente daquele ao qual estava habituada.

 

 

Fim

E aqui está o último capítulo, espero que tenham gostado desta história e obrigada a todas as pessoas que leram e comentaram sempre (cada vez são menos pessoas, infelizmente...). Se ainda quiserem continuar a ler coisas minhas estejam atentas durante a próxima semana! Beijinhos e bom fim de semana.

5 comentários

Comentar post