Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

More than words.

More than words.

Capítulo 9 - don't judge me

 

Agnes deixou que Dylan a levasse até ao seu quarto e mordeu o lábio quando ao passar num dos corredores viu a rapariga com quem o Dylan tinha estado a falar a olhar para eles. Abanou a cabeça e entrou no quarto com ele.

- Vou pedir à Claire para acabar a festa. – disse o rapaz fitando-a. – Já volto… não vás embora… - pediu com um olhar um pouco suplicante. Agnes assentiu levemente e sentou-se numa pontinha da cama quando Dylan saiu do quarto.

Olhou em volta e mordeu o interior da bochecha, não sabia porque tinha dito que sim. Só podia estar doida, o rapaz ia tentar fazer tudo e mais alguma coisa com ela, sim… porque o Dylan não trazia uma rapariga para o seu quarto se não tivesse segundas intenções. Encolheu ligeiramente os ombros e com cuidado descalçou os sapatos deixando-os ficar num cantinho ao pé da cama.

- Voltei. – disse Dylan entrando no quarto alguns minutos depois e fechou a porta atrás de si.

- O que é que a Claire disse? – perguntou Agnes a medo, agora é que a amiga se ia passar toda ao saber que ela estava com o Dylan no quarto… era melhor preparar-se bem mentalmente para as perguntas todas.

- Ela vai tratar de tudo… e algumas das pessoas já tinham ido embora. – encolheu os ombros e sentou-se na cama ao lado de Agnes. – Precisas de alguma coisa? – perguntou enquanto lhe dava um leve beijo no ombro .

- Não. – murmurou Agnes e afastou ligeiramente o ombro. – Só vim para descansar… - acrescentou e chegou-se um pouco mais para trás.

- Hm hm. – Dylan assentiu sorrindo levemente. – Fica à vontade… - disse e levantou-se, descalçou os sapatos e despiu a blusa. Agnes arregalou os olhos quando viu que ele se preparava para despir as calças.

- Não vais despir-te todo pois não? – perguntou ainda de olhos arregalados e fitando cada traço do tronco do rapaz.

- Estás à espera que durma todo vestido? – perguntou retoricamente e fez um sorriso malicioso. – Fico de boxers… por enquanto… - voltou a sorrir. – Se quiseres podes tirar o vestido…

Agnes revirou os olhos e fez-lhe uma careta. Levantou-se e foi apagar a luz voltando para a cama, deitou-se numa pontinha da mesma virada de costas para o sítio onde Dylan se ia deitar. Mordeu o lábio ao senti-lo deitar-se também.

- Agnes… - ouviu-o chamar segundos depois.

- Diz… - murmurou a rapariga.

- Dá-me um beijo… - pediu mordendo o lábio e conseguiu imaginar Agnes a revirar os olhos.

- Não. – murmurou ela e engoliu em seco.

- Sim… - contrariou ele e pousou uma das mãos na perna despida dela fazendo-a subir lentamente.

- Pára… - resmungou Agnes virando-se para ele e pegando-lhe na mão para a afastar. Viu-o abanar ligeiramente a cabeça e puxou-a para ele, deslizou para cima dela apertando-a com o seu corpo e roçou a boca na dela.

Não digas que não, eu sei que queres… - lambeu-lhe os lábios e Agnes puxou-lhe mais o rosto para ela e beijou-o intensamente. Dylan retribuiu o beijo aprofundando-o mais enquanto passava as mãos pelo corpo dela coberto apenas pelo vestido. Desceu até às pernas da rapariga e apertou ligeiramente puxando o corpo dela mais contra o seu. Agnes mordeu-lhe levemente o lábio e ele riu-se contra a boca dela descendo de seguida os beijos até ao seu pescoço. Mordeu-o levemente e depois deu vários beijos pelo mesmo. Praguejou mentalmente quando alguém bateu à porta e ouviu logo depois a voz de Claire.

- Sai daqui chata! – resmungou, Agnes empurrou-o de cima dela e sentou-se rapidamente na cama engolindo em seco. O rapaz respirou fundo quando Claire voltou a falar e levantou-se indo até à porta. – Vai-te embora… - disse muito lentamente quando abriu apenas uma fresta da porta. Não deixou que a rapariga falasse mais e fechou-lhe a porta na cara, trancou-a disfarçadamente para que Agnes não notasse e deixou a chave na porta. Era melhor não abusar da sorte…

- Onde é que íamos? – perguntou subindo para a cama e aproximando-se de Agnes.

- Dormir… - disse ela e deitou-se na cama virando-se de novo de costas. Dylan suspirou, ia matar aquela Claire, tinha sempre de aparecer quando não devia.

- Boa noite. – disse amuado e deitou-se pondo os braços atrás da cabeça.

- Boa noite… - murmurou ela e fechou os olhos. Permaneceu calada durante uns escassos minutos e depois virou-se para Dylan. – Quem era aquela rapariga que estava a falar contigo na festa? – perguntou mordendo o lábio.

- Uma amiga… - disse o rapaz virando o rosto para ela. – Porquê? – perguntou franzindo a testa.

- Por nada… - murmurou Agnes e suspirou.

- Queres saber se já andei aos beijos com ela? É melhor não saberes… - provocou-a. Agnes revirou os olhos e sentiu uma raiva crescer dentro de si, dispensava saber aqueles pormenores.

 – Porque é que andas sempre atrás de todas as raparigas? – mordeu muito o lábio assim que estas palavras lhe saíram da boca. Ele riu-se e virou-se para ela.

- Porque sim, para quê ter só uma quando posso ter todas? – perguntou ainda com um sorriso.

- És tão nojento. – resmungou ela fazendo uma cara estranha.

- Tu gostas… - olhou-a nos olhos e levou a mão ao rosto dela acariciando-o.

- Não gosto. – retorquiu ela e afastou-lhe a mão sentando-se na cama. – Vou embora… - murmurou sem o olhar.

- Não vais nada… é de noite Agnes, não vais agora sair daqui. – puxou-a pelo braço para ela se deitar e ela soltou-se logo dele.

- Até amanhã. – disse a rapariga com um tom de voz frio e deitou-se na cama. Suspirou ao sentir o rapaz aproximar-se dela e passar-lhe um dedo pelo braço fazendo-a arrepiar-se toda. – Não me toques… - sussurrou enquanto se afastava o mais possível dele.

19 comentários

Comentar post

Pág. 1/2