Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

More than words.

More than words.

Another Life - 22

 

Quatro semanas tinham passado e nada mais tinha mudado. Quer dizer, havia algo que tinha mudado, os meus poderes tinham voltado. Sim, por mais estranho que isso possa parecer, eles tinham voltado ao fim de cerca de duas semanas. Cameron, acabou por chegar à conclusão, de que a fórmula de Graham não estava ainda completamente perfeita e que aquela fórmula, usada em mim, tinha apenas tirado os meus poderes de forma temporária.

Com a ajuda de Cameron, tinha conseguido esconder o facto de já ter poderes, porque segundo ele, era bem melhor se Graham continuasse a pensar que a sua fórmula era perfeita. Ele continuava a tentar encontrar os meus amigos, e infelizmente, não estava muito longe de o conseguir.

- Não! – consegui de repente começar a ouvir os gritos de várias vozes vindas daqueles corredores ali perto. Cameron, que estava comigo, levantou-se de repente e dirigiu-se à porta. Destrancou a mesma e depois de a abrir, espreitou para o seu exterior. Mantive-me ligeiramente atrás dele, conseguindo ver parte do corredor e a minha boca abriu-se de imediato, quando comecei a ver os meus amigos, um por um a andar pelo corredor. Vi a Abigail, depois o Callum, a seguir o Ethan e quando pensei que veria o Wesley, apenas vislumbrei uns seguranças que vinham atrás deles. Aquilo não batia certo, se apanharam os três, de certeza que o Wesley também tinha sido apanhado. Mas não estava ali com eles…

- Summer! – gritou Ethan, quando conseguiu ver-me por trás de Cameron.

- Tentem fugir! – grito, alto apesar de depois Cameron tapar a minha boca, para me impedir de falar e fazer porcaria.

- Não dá. – murmura Abigail, agora que estão a passar mais perto de mim, e é apenas neste momento que vejo que ela está a chorar.

- Eles mataram-no. – consigo ouvir Callum falar, mesmo antes de desaparecerem do meu campo de visão.

Ele nem precisa de dizer de quem está a falar, porque eu sei de imediato. O meu corpo cai no chão, como se eu tivesse perdido todas as forças que outrora tinha e abano muito a cabeça, repetidas vezes. Oiço a porta fechar-se e logo depois Cameron senta-se no chão, ao meu lado.

- Summer… - ele começa a falar mas eu levanto a minha mão e coloco os meus dedos sobre os seus lábios, como que para lhe dizer para não dizer nada.

- Mataram um dos meus amigos. – digo, ao fim de alguns minutos em silêncio. – Mataram o Wesley. Mataram-no. – repito estas palavras na minha boca, por diversas vezes, como se ainda me estivesse a mentalizar do que estava a dizer. – Eles estão a destruir a minha vida, toda. – acrescento de seguida.

Estão a matar-me aos poucos, é essa a verdade disto tudo. Primeiro de tudo, eu nunca tive uma vida perfeita, estava muito longe disso, mas tinha os meus amigos, que eram as pessoas que eu mais amava. Separaram-me deles quando me trouxeram para aqui. Depois começaram a usar-me como se eu fosse algo sem importância, e para eles era mesmo algo sem importância. Fizeram-me matar uma pessoa. Depois conseguiram tirar-me os poderes, mesmo que de forma temporária. Agora mataram uma das pessoas mais importantes da minha vida e o mais provável, é acabarem por matar todos os outros.

- Podiam simplesmente dar-me um tiro. Doía menos e acabava mais rápido. – digo estas palavras, mais para mim do que para Cameron, que continua ao meu lado, simplesmente a segurar na minha mão, numa tentativa, falhada, de me acalmar.

Nunca mais nada me irá conseguir acalmar, eu sei disso. A minha vida está a ser completamente destruída, e aqui dentro, não posso fazer absolutamente nada para impedir isso. É como se tivesse as minhas mãos amarradas, enquanto me destroem e eu apenas posso limitar-me a assistir. É horrível e dói tanto.

 

Mais uma coisa má a acontecer na vida da Summer. Espero que estejam a gostar!

Eu não estou cá (já preparei este capítulo há alguns dias), por isso não vou poder responder aos vossos comentários. Depois para a semana respondo aos deste capítulo e aos do próximo sábado.

Ah, outra coisa, falta cerca de um mês (menos um pouco) para acabar de postar esta história. Pelas minhas contas acabo de postar dia 24 de dezembro (uma prenda de natal para vocês ahahah). E que giro, apercebi-me agora ao escrever isto que depois a nova história começará a ser postada no novo ano *-* ahah.

Beijinhos

3 comentários

Comentar post