Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

More than words.

More than words.

Another Life - 23

(62) Tumblr

 

- Cameron, leva-me até eles, por favor. – peço, numa espécie de súplica. Estamos a meio da noite, e por mais que tente dormir, eu não consigo. O facto de os meus amigos estarem ali, não me sai da cabeça.

- Não posso. – ele diz e eu olho-o. Ele está ali comigo, como algumas vezes acontece, ele fica a dormir naquela sala comigo. Por vezes acho que ele fica a noite toda acordado, mas sei que isso é apenas imaginação minha. Ele tem de dormir também, apesar de a cadeira onde ele se encontra sentado não parecer muito confortável.

- Por favor, ninguém precisa de saber. – elevo ligeiramente o meu corpo, sentando-me sobre o sofá onde outrora estava deitada. – Por favor, Cameron. – peço de novo e levanto-me depois, caminho até ele e baixo-me à sua frente, segurando as suas mãos por entre as minhas. Um arrepio percorre o meu corpo ao sentir a pele dele contra a minha e num gesto rápido, acabo por largar as suas mãos.

- Summer, se alguém te vê lá és uma pessoa morta. – ele avisa-me, com um suspiro a sair por entre os seus lábios.

- Achas que me importo de morrer depois de tudo pelo que já passei? – levanto-me e puxo as mãos dele, para que se levante também. – Por favor, é só um bocadinho. Eu preciso de falar com eles, de ver como estão. – peço.

Ele lá acaba por se levantar o que me faz esboçar um enorme sorriso. Ele agarra a minha mão e abre depois a porta, tentando fazer o menor barulho possível. Àquelas horas da noite é difícil alguém aparecer por ali, visto que todos estão a dormir, ou melhor, a maior parte está nas suas casas, visto que apenas algumas pessoas ficam ali durante a noite.

Andámos pelos corredores, parando apenas ao fim de uns minutos em frente a uma porta, Cameron retira do bolso das suas calças um molho de chaves e depois de remexer nas mesmas, encontra aquela que quer. Logo abre a porta daquela sala e entro para o interior da mesma vendo ali os meus amigos.

- O que é que fizeram ao Wesley? Como é que vocês foram apanhados? Vocês estão bem? – procuro saber, nem sequer lhes dando tempo de dizer alguma coisa.

- Será que podemos confiar em ti, Summer? – pergunta Ethan, olhando-me com uma expressão séria estampada no seu rosto. Os outros olham para mim também daquela maneira, o que me faz ficar confusa.

- O que queres dizer com isso? – pergunto.

Os olhos deles desviam-se para Cameron, que se encontra ligeiramente atrás de mim.

- Não sabemos o que irás contar a sabe-se lá quem, já que agora até arranjaste um amigo.

- Ele não é meu… ele está a ajudar-me. – digo.

Callum abana a cabeça. – Ficaste cega de repente foi? Ou é por te teres apaixonado por ele que ficaste assim? Agora estás do lado do inimigo? Estás do lado das pessoas que te querem fazer mal e muito provavelmente matar? – ele pergunta num tom de voz um pouco mais alto que o normal.

Engulo em seco, sem conseguir acreditar que de repente os meus amigos estão contra mim. Eles acham que me juntei ao nosso inimigo. Eles acham que estou contra eles?

- Não é nada disso que estás a dizer. Eu não estou do lado deles, nunca estive e nunca irei estar. O Cameron está só a ajudar-me, é a única pessoa que se preocupa comigo desde que estou aqui. – resmungo, e respiro fundo, tentando afastar a enorme vontade que tenho de chorar.

- Claro que não percebes que ele está só a usar-te. – desta vez foi Ethan quem falou.

Cameron avançou alguns passos, colocando-se à minha frente. – Parem de falar assim com ela. – ele avisa num tom de voz frio.

Quando Ethan se aproxima mais um pouco, pelo olhar dele, eu percebo que ele está com intenções de bater em Cameron. Por isso agarro no braço de Cameron, puxando-o para trás.

- Vamos embora. – digo-lhe, suspirando e logo ele vira costas e sai daquela sala. - Espero que vocês percebam que é do vosso lado que estou. Vocês é que são os meus amigos, não eles. – viro costas de seguida e saio da sala. Fico à espera que Cameron volte a trancar a porta e de seguida recomeçamos a andar pelo corredor. Nesse momento começo a chorar, não conseguindo evitar não o fazer.

 

Como se as coisas não estivessem já más, agora os amigos de Summer estão chateados com ela... 

Mais um capítulo que espero que tenham gostado!

Beijinhos

9 comentários

Comentar post