Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

More than words.

More than words.

Fragile - 13 |odeio-te

Cute

 

Rapidamente peguei na toalha que havia trazido comigo, e enrolei a mesma em volta do meu corpo. Fechei a água e quando me preparava para sair dali, o James surgiu à minha frente. Logo os seus olhos percorreram todo o meu corpo, apenas coberto por aquele pequeno pedaço de pano.

- O que estás aqui a fazer? Era suposto teres ido embora… - comecei a falar mas logo ele interrompeu as minhas palavras, falando com uma voz completamente serena. O quanto este jeito dele me irritava.

- Vim apenas certificar-me de que tinhas mesmo ficado bem. – os seus ombros encolheram-se e pude ver que os seus olhos olhavam para todos os sítios menos para a minha cara.

- Pára de olhar para mim! – gritei com ele e empurrei-o para trás, apesar de não servir de nada. Nunca servia de nada. Que merda.

- Tem calma. Até parece que tens medo que eu te veja sem roupa… - murmurou, à medida que ia andando na minha direcção. Eu seguia os seus passos, na mesma direcção que ele, de maneira a afastar-me o mais possível do seu corpo.

- Pára já de andar. – avisei-o e nesse mesmo instante, senti as minhas costas embaterem contra os azulejos frios do balneário.

- Parei. – ele sussurrou com um sorriso idiota nos seus lábios. É claro que tinha parado, o seu corpo estava agora completamente encostado ao meu, e portanto, era impossível ele continuar a andar.

- James. – protestei ao sentir as suas mãos subirem pela minha cintura e de imediato segurei melhor a toalha, com bastante força, de maneira a conseguir manter esta bem segura.

- Que foi? Vais fazer-me o mesmo que já fizeste? – perguntou, sussurrando estas palavras contra o meu ouvido, onde os seus lábios estavam agora posicionados. Ele roçou-os no meu pescoço, quando desceu para o mesmo e eu senti um arrepio percorrer a minha espinha. – É que depois eu iria vingar-me de novo. – ele falou, contra a pele, agora toda arrepiada, do meu pescoço.

- Larga-me já! – resmunguei, ignorando as suas palavras. Queria lá saber se ele se ia vingar ou não. Eu não queria que ele me tocasse e me fizesse as coisas que estava a fazer. Que nojo, eu odeio-o tanto. – Eu odeio-te. – retorqui mexendo-me um pouco, mas isso apenas fez com que ele se encostasse ainda mais a mim.

- O facto de me odiares não me impede de fazer o que quer que seja. Até porque eu também te odeio. – ele falou, encolhendo os ombros.

Respirei fundo, tentando pensar numa maneira de o afastar, mas a sua boca, a roçar a minha pele, não facilitava muito bem a minha tarefa de conseguir pensar direito.

- Sai já. Estou a avisar-te pela milésima vez James. Afasta-te de mim. – protestei, uma vez mais e nesse instante ele levantou a sua cabeça, fazendo assim os seus lábios ficarem demasiado perto dos meus.

Eu percebi que ele estava a aproximar-se e por isso mesmo, encostei mais a minha cabeça contra a parede atrás de mim. – Nem penses nisso. – retorqui, muito seriamente, ao prever já o que ele pretendia fazer.

Nesse mesmo instante, o barulho de vozes apoderou-se daquela divisão e eu empurrei James da minha beira. Os nossos olhos estavam ligeiramente arregalados. Nem me tinha apercebido de que o tempo tinha passado, e as pessoas começavam a chegar ali para mais uma aula. Boa, o que iriam pensar quando vissem a nova aluna metida no balneário com o rapaz mais popular da escola?

- Vai embora. – resmunguei com James e passei de seguida por ele, entrando na divisão onde se encontravam as minhas coisas, não sem antes consegui-lo ouvir resmungar por termos sido interrompidos. Todas ficaram a olhar para mim, mas logo desviaram os olhos para James, quando ele passou por ali, saindo de dentro do balneário, em silêncio. Mas que merda, agora vai toda a gente pensar que andei metida com ele. Só me apetecia matá-lo mesmo a sério, mas dispensava passar o resto da minha vida a ver o sol nascer aos quadradinhos.

Ignorei todos aqueles olhares e vesti o mais rápido possível as minhas roupas. De seguida saí dali e dirigi-me à minha próxima aula, a qual eu já estava mais do que atrasada.

Felizmente, durante o resto daquele dia, não tive mais nenhuma aula com James e, também felizmente, não me cruzei com ele em lugar nenhum.

 

Aqui está o capítulo, que vocês ficaram todas ansiosas de ler ahahah, espero que tenham gostado!

Não liguem muito às imagens que meto nos capítulos, porque nunca tem nada a ver, que eu não tenho paciência para procurar.

Respondi aos vossos comentários do capítulo anterior, no próprio post. Desculpem-me por isso.

Beijinhos

14 comentários

Comentar post